• EN
  • Ajuda Contextual
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
Você está em: Início > Cursos > Unidades Curriculares > GS1101

Sociologia do Envelhecimento I


Código: GS1101    Sigla: SE1

Ocorrência: 2018/19 - 1S

Área de Ensino: Sociologia

Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos Horas Contacto Horas Totais
LGS 9 Despacho 6311/08 de 05 de Março 4 ECTS

Horas Efetivamente Lecionadas

1Turma

Teóricas: 15,00
Orientação Tutorial: 15,00

Docência - Horas

Teóricas: 2,00
Orientação Tutorial: 1,00

Tipo Docente Turmas Horas
Teóricas Totais 1 2,00
Idalina Maria Morais Machado   2,00
Orientação Tutorial Totais 1 1,00
Idalina Maria Morais Machado   1,00

Língua de Ensino

Português

Objectivos, Competências e Resultados de aprendizagem

Fornecer aos alunos conhecimentos substantivos sobre as grandes evoluções das sociedades contemporâneas de modo a romper com as visões estereotipadas relativamente aos fenómenos sociais e, muito particularmente, ao fenómeno do envelhecimento:
a) Compreender que o envelhecimento é mais do que um processo biológico e que o conceito de pessoa idosa evoluiu ao longo do processo civilizacional;
b) Compreender o que são regularidades sociais a partir do estudo da transição demográfica;
c) Compreender e explicar os principais factores económicos, políticos e culturais que estão na génese do fenómeno do envelhecimento;
d) Ser capaz de utilizar de forma sistemática os principais instrumentos de recolha e tratamento de dados estatísticos, bem como proceder à interpretação dos mesmos conciliando abordagens qualitativas e quantitativas.

Programa

1. Introdução: conceitos básicos
2. A transição demográfica
2.1. Medir o envelhecimento demográfico: principais indicadores
2.2. Principais dinâmicas demográficas no mundo, na Europa e em Portugal
3. Duplo envelhecimento demográfico: fatores explicativos
3.1. Factores económicos, políticos e culturais da diminuição da natalidade
3.2. Factores económicos, políticos e culturais do aumento da esperança de vida e da longevidade
4. Envelhecimento e saúde: perspetivas de vida saudável após os 65 anos

Bibliografia Principal

Bandeira, L. (dir);Dinâmicas demográficas e envelhecimento da população portuguesa (1950-2011). Evolução e perspectivas, Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos. (Disponível em: https://www.ffms.pt/upload/docs/dinamicas-demograficas-e-envelhecimento-da-populac_efe8FbqdjUGZx3LduUIzgg.pdf) , 2014
Carneiro, R. (coord.);O Envelhecimento da População: Dependência, Ativação e Qualidade, Lisboa: CEPCEP - Faculdade de Ciências Humanas - Universidade Católica Portuguesa. (Disponível em: http://www.qren.pt/np4/np4/?newsId=1334&fileName=envelhecimento_populacao.pdf) , 2012
Fernandes, A. A.;Velhice e Sociedade, Oeiras: Celta Editora, 1997
Fernandes, A. A.;Velhice, solidariedades familiares e política social. Itinerário de pesquisa em torno do aumento da esperança de vida. , Sociologia, Problemas e Práticas, 36, 39-52., 2001
Fernandes, A. A. ;Determinantes da mortalidade e da longevidade: Portugal numa perspectiva Europeia (EU-15, 1991-2001). , Análise Social, XLII(183), 419-443. (Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/aso/n183/n183a03.pdf), 2007
Henriques, F. C. ;Cenários de envelhecimento e saúde em Portugal no século XXI ¿ causas e consequências de uma transição demográfica tardia. , População e Sociedade, 18, 121-143., 2010
INE;O envelhecimento em Portugal, Situação demográfica e sócio-económica recente das pessoas idosas, Lisboa: INE. , 2002
Kohler, H.; BillariI F. & Ortega J. ;The emergence of lowest-low fertility in Europe during the 1990s. , Population and Development Review, 28(4), 641-680. (Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.589.4582&rep=rep1&type=pdf), 2002
Mendes, M. F. ;Introdução ao estudo ¿ Determinantes da fecundidade em Portugal. , Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos. (Disponível em: https://ffms.pt/publicacoes/grupo-estudos/1517/determinantes-da-fecundidade-em-portugal) , 2016
Nações Unidas ;World Population Ageing - 2015., Nova Iorque: Nações Unidas. (Disponível em: http://www.un.org/en/development/desa/population/publications/pdf/ageing/WPA2015_Report.pdf) , 2015
OMS;Relatório mundial de envelhecimento e saúde. , USA: OMS. (Disponível em http://sbgg.org.br/wp-content/uploads/2015/10/OMS-ENVELHECIMENTO-2015-port.pdf) , 2015
Rosa, M. J. V. ;O envelhecimento da Sociedade Portuguesa. , Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos. , 2012

Métodos de Ensino

Aulas teóricas: pedagogia centrada nos receptores das mensagens e baseada na articulação entre exposições a cargo da docente e momentos de reflexão e debate, mobilizando os contributos dos estudantes; Aulas de orientação tutorial: apresentação e discussão de trabalhos realizados pelos alunos.


Modo de Avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação e Ocupação registadas

Descrição Tipo Tempo (horas) Data de Conclusão
Participação presencial (estimativa)  Aulas  51
  Total: 51

Avaliação Contínua

Os alunos poderão optar por uma das seguintes modalidades de avaliação

1. Avaliação distribuída (Artigo 11º do Regulamento de Avaliação de Conhecimentos) que é composta pelos seguintes elementos:

a) Realização de um teste escrito (ponderação de 60%) que decorrerá na época de exames.
b) Realização de um relatório temático com apresentação oral (componente escrita - 25% e componente oral - 15%: ponderação total de 40%). O relatório deve ser feito em grupo (máximo 2 alunos). 
O trabalho deve ser entregue impresso em papel, frente e verso, no dia 17 de dezembro de 2018. 
As apresentações orais decorrerão no dia 10 de dezembro de 2018.

2. Exame Final (Artigo 12º do Regulamento de Avaliação de Conhecimentos):
Realização de um exame escrito final

Avaliação Final

Avaliação distribuída
Teste = 60%
Relatório = 40% (25%: componente escrita; 15%: componente oral)

Exame final
Exame = 100%

Provas e Trabalhos Especiais

Não aplicável.

Avaliação Especial (TE, DA, ...)

Não aplicável.

Melhoria de Classificação Final/Distribuída

De acordo com o estabelecido no RAC.